Nunca desperte o interesse pela concorrência

Publicado em

Num cenário de crise econômica, empreendedores buscam na fidelização um meio de manter seus clientes. Não à toa. Oferecendo algumas vantagens, é possível atingir dois objetivos: satisfação e confiança da clientela. Essa talvez seja a ‘regra de ouro’ do mercado. Não sou ‘autoridade’ no assunto, mas vou contar para vocês um caso que aconteceu comigo e que revela o outro lado dessa regra, algo para não se repetir. A moral: nunca desperte o interesse pela concorrência.

No comércio, no mercado de trabalho, na vida amorosa... não desperte o interesse pela concorrência
No comércio, no mercado de trabalho, na vida amorosa… não desperte o interesse pela concorrência

Nesse fim de semana, em uma noite de chuva, resolvi pedir um lanche em casa. Liguei para o delivery da hamburgueria que já estou acostumado a pedir, e que, além da várias lojas na São Luís, mantém um food truck perto de onde eu moro. Pela distância, o lanche sempre chega bem rápido, mas, nessa noite em questão, a atendente me informou que não seria possível fazer a entrega na minha região, por causa da chuva e de ‘alagamentos’ – argumento que, pensando depois, nem se justificava.

Quando pensei que ela me informaria que o pedido sairia da matriz da rede, e não do food truck, ela simplesmente agradeceu minha compreensão e desligou. Fiquei até sem reação, sem entender que aquilo havia realmente acontecido.

Entendo que uma unidade da rede pode ter problemas operacionais pelos mais diversos motivos; mas, naquela noite, não acredito que a rede inteira teria dificuldades para realizar uma entrega pelo delivery. A matriz da rede fica a apenas 7,2 km da minha casa; o food truck a, mais ou menos, 200 metros.

Na internet, fui em busca de outra lanchonete que disponibilizasse o serviço de delivery. Encontrei uma a 7,6 km de distância. Na mesma noite e com a mesma condição de chuva, minha segunda opção estava disponível para realizar a entrega. Fiz meu pedido; o lanche foi entregue a tempo; e posso até dizer que, em termos de sabor, não deixou nada a desejar.

Agora sei que tenho uma segunda opção, e que, com o tempo, pode virar a primeira. Fazendo um retrospecto, lembro-me que cheguei à rede do tal food truck exatamente pelo mesmo caminho: perdendo a confiança na marca e descobrindo que outra entrega igual ou melhor produto ou serviço.

Por isso, repito: nunca desperte o interesse pela concorrência. No comércio, no mercado de trabalho, na vida amorosa… em tudo. Não dê espaço para descoberta. Nunca desperte o interesse pela concorrência.

E você? Tem alguma história parecida? Perdeu a confiança em uma marca? Conte para mim nos comentários.

Compre do Pequeno Negócio tem quase 200 ações no MA

Publicado em

Com informações da ASN

O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Maranhão (Sebrae) montou um calendário de ações para divulgar o movimento Compre do Pequeno Negócio, lançado pela instituição com o objetivo de estimular o consumo consciente de produtos e serviços nos negócios micro e pequeno porte. O movimento tem seu ponto alto no dia 5 de outubro, mas já mobilizou 76 mil pequenas empresas que já estão cadastradas na página da internet. Ao todo, são 193 ações do Compre do Pequeno Negócio em todo o Maranhão.

O Sebrae está atuando em diversas frentes para reforçar a importância dos pequenos negócios, mostrar a diversidade de produtos e serviços oferecidos ao mercado por estas empresas e divulgar o potencial que os pequenos negócios para dinamizar a economia das cidades, do Maranhão e do Brasil. Com estes objetivos montamos uma programação ampla, que, de forma lúdica, mostra tudo isso ainda prevê capacitação e orientação para os empresários da região metropolitana de São Luís João Martins, superintendente do Sebrae-MA

Sebrae-MA
João Martins, superintendente do Sebrae-MA

A programação teve início na semana passada e segue até o fim do mês. Nesta semana, tem o lançamento do projeto Inova Moda – Criação e Tecnologia, no salão de eventos da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (Fiema), em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai). Durante toda a semana, serão realizadas Oficinas Gastronômicas para Microempreendedores Individuais (MEIs), no Núcleo de Atendimento Empresarial (NAE) do bairro da Cohab, em São Luís (MA). As inscrições para as oficinas podem ser feitas no próprio NAE – rua Antônio Padre Vieira, nº 43, Cohab Anil IV; informações pelo (98) 3258-4763.

Na quinta-feira (24), duas oficinas – Como captar recursos para projetos culturais e Como divulgar shows e eventos pela internet – no Grand São Luís Hotel, resultado da parceria do Sebrae e com o 7º Lençóis Jazz & Blues Festival.

Passeio ciclístico
A programação na capital maranhense encerra-se com o passeio ciclístico Biketour – Movimenta-se pelo Empreendedorismo, que ocorre no dia 27 de setembro (domingo), às 7h, saindo da Praça do Pescador (avenida Litorânea), passando pela Península da Ponta d’Areia, Espigão Costeiro, São Francisco, Centro Histórico, Jaracati, Cohafuma, Calhau, com retorno à Praça do Pescador. As inscrições ocorrem pela internet, sendo necessária a confirmação com a entrega de 2 kg de alimentos não perecíveis (exceto sal).

A programação completa do movimento Compre do Pequeno Negócio no Maranhão está disponível na página eletrônica do Sebrae na internet.