Varal fotográfico movimenta Fonte do Ribeirão, no Centro Histórico de São Luís

Publicado em

Em 19 de agosto de 1839, o mundo descobriu e se encantou com a possibilidade de registrar imagens. Desde então, a arte tem atraído pessoas de diferentes perfis, movidas pelo desejo de registrar um fato, uma descoberta, enfim, eternizar um momento a partir de um ‘click’. Revelando o talento e olhar de ludovicenses apaixonados pela fotografia, o Curso de Fotografia Roberto Sobrinho realiza o varal fotográfico Fonte de Inspirações neste sábado (8), na Fonte do Ribeirão, Centro Histórico de São Luís, a partir das 17h.

Varal fotográfico movimenta Fonte do Ribeirão, no Centro Histórico de São Luís
Varal fotográfico movimenta Fonte do Ribeirão, no Centro Histórico de São Luís (Foto: Fagianni Miranda/Arquivo)

Com 104 imagens, o trabalho é resultado de seis meses de dedicação e aprendizado de 25 alunos de duas edições do curso de fotografia ministrado por Roberto Sobrinho no Centro de Criatividade Odylo Costa, filho.

Ampliando a proposta dos anos anteriores, o professor explicou que o objetivo era exercitar ao máximo o conhecimento técnico adquirido, aplicando-os em ambientes internos e externos.

Os alunos puderam trabalhar com bastante ênfase a luz e aprofundar as técnicas ministradas. A oportunidade de explorar bem o equipamento e o fazer em diferentes ambientes e propósitos proporcionou um resultado incrível. Estou muito feliz e orgulhoso do trabalho produzido por eles

Com 13 anos de experiência, Roberto Sobrinho iniciou sua carreira neste mesmo curso, ministrado no espaço Odylo Costa, filho, e durante o curso ele faz um passeio pela história da fotografia e mergulha na arte de eternizar momentos, explorando as técnicas que envolvem a fotografia digital.

As inscrições para a próxima edição do curso de fotografia, que tem início em agosto de 2017, já estão abertas, e os interessados podem se inscrever no próprio Centro de Criatividade Odylo Costa, filho – localizado na rua Portugal, Centro de São Luís.

40° Festival Guarnicê de Cinema lança projeto Memória Guarnicê

Publicado em

Uma ação inédita fará parte da solenidade de abertura do 40° Festival Guarnicê de Cinema: o projeto ‘Memória Guarnicê: 40 anos de Cinema’, uma reconstrução de toda a trajetória do festival. A programação do festival tem início nesta sexta-feira (2), e a abertura ocorre no Centro de Criatividade Odylo Costa, filho, em São Luís.

Projeto Memória Guarnicê traz fotografias e documentário com depoimentos de personalidades que passaram pelos 40 anos do evento
Projeto Memória Guarnicê traz fotografias e documentário com depoimentos de personalidades que passaram pelos 40 anos do evento

O projeto Memória Guarnicê se divide em exposição fotográfica visual do festival, documentário institucional com depoimentos de figuras importantes que já passaram pelo evento e, ainda, lançamento do livro Guarnecendo Memórias, do professor Euclides Moreira.

A construção do projeto envolveu etapas como coleta de dados, seleção de material e organização de acervo para exposição, como comenta o produtor do 40° Festival Guarnicê de Cinema, Saulo Simões.

Nesta edição, surgiu a necessidade de se registrar a trajetória histórica deste projeto dedicado ao cinema por sua relevância no cenário cinematográfico maranhense e nacional. É uma ação que pretende resgatar, marcar este feito histórico e socializar para a comunidade local e nacional a história de um dos mais antigos festivais de cinema do País, por meio de produtos oriundos de pesquisas sobre a memória cinematográfica acumulada durante tantos anos

Autor do livro, o jornalista e mestre em Comunicação Social, Euclides Moreira Neto, diz que quando decidiu escrever o livro sentiu-se impulsionado em trazer à tona lembranças de fatos e de acontecimentos que vivenciou durante sua trajetória na comunidade acadêmica nas décadas de 1980, 1990 e nos primeiros anos dos anos 2000.

O 40° Festival Guarnicê de Cinema vai de 2 a 10 de junho, no Centro Histórico da capital maranhense e é promovido pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA), por meio de seu Departamento de Assuntos Culturais (DAC).

40º Festival Guarnicê de Cinema faz homenagem a Lima Duarte

Publicado em

O ator Lima Duarte será o grande homenageado do 40º Festival Guarnicê de Cinema, que vai ser aberto nesta sexta-feira (2), a partir das 19h, no Centro de Criatividade Odylo Costa, filho, no Centro de São Luís. A noite de abertura do quarto festival mais antigo do país conta, ainda, com a exibição do longa-metragem Deserto, do ator e diretor Guilherme Webber, inspirado na obra Santa Maria do Circo, de David Toscana. O ator Nelson Xavier (in memorian), o roteirista José Leite Mesquita e o professor Mario Cella também estão entre os homenageados.

40º Festival Guarnicê de Cinema faz homenagem a Lima Duarte
40º Festival Guarnicê de Cinema faz homenagem a Lima Duarte (Foto: Reprodução/TV Cultura/Arquivo)

A programação do festival segue até 10 de junho e conta com oficinas, mostras competitivas e não competitivas, bate-papo, lançamentos, exposições entre outras atividades do segmento cinematográfico. Dos quase 400 filmes inscritos, 37 filmes foram selecionados para competição, entre seis longas e 18 curtas nacionais e 13 produções maranhenses.

Outro destaque da programação é o bate-papo, no Cine Praia Grande, com o ator Lima Duarte e Vania Catania sobre o filme Deserto. Uma novidade na edição deste ano é a sessão Maldita, que ocorre em única exibição, a partir das 22h no Cine Praia Grande.

A coordenadora-geral do festival e diretora do Departamento de Assuntos Culturais (DAC) da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Fernanda Santos Pinheiro, ressaltou a longevidade do Festival Guarnicê de Cinema, que, hoje, é o quarto mais antigo do país.

É um momento histórico, de resgate da história do festival, de resgatar toda essa história e valorizar todos aqueles que foram responsáveis por fazer com que o festival tivesse vida longa. Um momento de comemorar essa resistência do festival

As atividades do festival ocorrem no Centro de Criatividade Odylo Costa, filho, no Cine Teatro da Cidade (Roxy) e na sede provisória do DAC/UFMA, na rua Humberto de Campos, nº 174, Centro.

O 40º Festival Guarnicê de Cinema conta com o patrocínio do Mateus e do Governo do Maranhão, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, além do apoio do Banco do Nordeste, Fundação Sousândrade, Universidade FM e TV UFMA, Academia Internacional de Cinema (AIC), Prefeitura de São Luís, Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão (Alema) e Rock.