quarta-feira, outubro 18, 2017
Início > Atualidades > Brasil > Maranhão > Com 10 mil queimadas, Maranhão já tem pior setembro em 20 anos

Com 10 mil queimadas, Maranhão já tem pior setembro em 20 anos

Com 10 mil queimadas, Maranhão já tem pior setembro em 20 anos

No início de setembro de 2017, o Blog do Maurício Araya alertou: este seria o mês mais severo do ano para as queimadas. Em menos de 10 dias, foram registrados mais de 2 mil focos de incêndio. Mas setembro de 2017 já entrou para a história: é o mais severo dos últimos 20 anos.

De 1º de setembro até esta quarta-feira (20), já foram registrados 10,77 mil focos de incêndio, segundo dados do Programa de Monitoramento de Queimadas e Incêndios do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

A média para os meses de setembro, auge do período de estiagem no Maranhão, é de 4,4 mil focos.

Desde 1998, o Inpe monitora, mês a mês, o número de queimadas em todo o Brasil, levando em consideração focos ativos detectados por meio de satélite.

No período, setembro de 2010 havia sido o mês com maior número de focos: 9,79 mil.

Somente na primeira quinzena, foram registrados 6,64 mil focos de incêndio, mais que o dobro de todo o volume registrado em setembro de 2016, 3,16 mil focos.

Em agosto, o número de queimadas no Maranhão superou não só 2016, mas também a média histórica, quando foram registrados 3,87 mil focos.

O Maranhão é o terceiro do país em número de queimadas no período.

De janeiro a setembro de 2017, já são 18,57 mil focos no Estado.

Dados sobre riscos de queimadas e orientações completas sobre os cuidados necessários no período de estiagem podem ser encontradas no especial do Blog do Maurício Araya sobre o assunto.

Gostou do conteúdo? Então, deixe seu comentário; ele é muito importante para mim. Envie sua sugestão de novos assuntos pelo Messenger. Curta e siga o Blog do Maurício Araya no Facebook, Twitter e Instagram; e inscreva-se no canal no YouTube.


000000000
Maurício Araya
Jornalista graduado (DRT-MA nº 1.139), com ênfase em produção de conteúdo para web, edição de fotos e vídeos e desenvolvimento de infográficos; com passagem pelas redações do Imirante.com e G1 Maranhão; e vencedor de duas etapas estaduais do Prêmio Sebrae de Jornalismo, categoria Webjornalismo
http://www.mauricioaraya.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *