Sol e fortes ventos marcam novas etapas do Campeonato Maranhense de Kitesurf

468x60 Aniversário Americanas
O fim de semana foi de muita emoção com a realização das etapas 3 e 4 da quinta edição do Campeonato Maranhense de Kitesurf, em São Luís. O evento contou com a participação de mais de 100 competidores, que fizeram provas de downwind (corrida a favor do vento) e regata bidirecional (corrida em circuito, contra e a favor do vento), resultando na classificação do ranking maranhense, com a escolha dos 10 melhores atletas em cada categoria, os quais irão disputar as finais nos dias 3 e 4 de dezembro.

As novas etapas tiveram início no sábado (12), de muito sol e ventos fortes para alegria dos atletas que participam do campeonato. Mais de 100 competidores fizeram um downwind e três regatas bidirecionais.

Melissa Maciel, forte candidata ao título
Melissa Maciel, forte candidata ao título

Entre as mulheres que participam da competição, Melissa Maciel está em primeiro lugar é uma forte candidata ao título. A atleta pratica kitesurf há oito anos e, claro, é apaixonada pelo esporte.


Continua após a publicidade


Quando eu conheci o kite foi paixão à primeira vista, aí comecei a praticar e sempre estou chamando mais amigas para que o número de mulheres cresça, cada vez mais, em competições como essa. E, além disso, é uma oportunidade de nós nos divertirmos, pois, praticar o kite é liberdade, emoção, vale muito a pena
Melissa Maciel, atleta

Quem também está feliz com o campeonato é Robson Lobo, pai de Bruno Lobo, o qual é bicampeão maranhense de kitesurf e promete conquistar o tricampeonato este ano. O pai do atleta foi um grande incentivador do filho.

Eu olhava a galera fazendo kite e achava muito bonito, me apaixonei e decidi praticar também. Com o tempo, a família foi toda entrando. O Bruno começou por minha causa e hoje é profissional. O legal do kite é que você pode agradar a família toda e se divertir junto. E São Luís tem características para o kitesurf que não tem em nenhum outro lugar do mundo, então, só temos o que comemorar
Robson Lobo, pai de atleta

Marcos Gonçalves disputa o Campeonato Maranhense de Kitesurf
Marcos Gonçalves

Outro atleta forte na competição é Marcos Gonçalves, que pratica o esporte há 10 anos.


Continua após a publicidade


Este ano está sendo um desafio, pois me machuquei, mas, estou voltando e tentando me recuperar para, quem sabe, conseguir uma vitória no campeonato. Mas, acima disso, só de estar aqui já é maravilhoso, pois, é mais do que uma competição, é uma confraternização também. E praticar o kite é sempre bom, já que traz benefícios ao corpo e à mente
Marcos Gonçalves, atleta

Atletas se classificam para as finais do Campeonato Maranhense de Kitesurf

O tempo seguiu firme no domingo (13), na realização da quarta etapa do Campeonato Maranhense de Kitesurf. O dia foi de definição dos 10 melhores atletas em cada categoria, que vão disputar as finais nos dias 3 e 4 de dezembro.

Para a organização do evento, promovido pela Associação de Velejadores do Maranhão (Avema), o fim de semana foi de sucesso, e as competições foram de alto nível, engrandecendo cada vez mais o esporte.

Melissa Maciel terminou as etapas em primeiro lugar na categoria feminina e espera conquistar a vitória nas finais.

As condições de maré e vento estavam boas, pois, São Luís é um dos melhores lugares para velejar. E ainda bem que deu tudo certo e eu consegui manter a minha colocação. Agora, espero que nas etapas finais eu consiga vencer. Estou treinando bastante, mas, só em estar participando já é muito bom. Fico feliz em ver o esporte crescendo e é muito gratificante ver o número de mulheres crescer, espero que aumente cada vez mais
Melissa Maciel, velejadora

Já a atleta Camila Sales não conseguiu se classificar no ranking, mas afirma estar feliz em ter participado da competição.

Para mim o que vale, com certeza, é a participação, o espírito esportivo e ver o sucesso do evento. Tenho muito amor pelo nosso esporte e pra mim foi um prazer fazer parte dessa competição. Minha expectativa é que, a cada ano, tenhamos mais meninas participando do campeonato
Camila Sales, atleta

Bruno Lobo, bicampeão maranhense e um dos favoritos ao título
Bruno Lobo

E na categoria masculina até 24 anos, terminou em primeiro lugar o atleta Bruno Lobo. No entanto, ele não vai competir as finais do Campeonato Maranhense, pois, estará disputando o brasileiro que ocorre na mesma data. Mas, há a possibilidade de Bruno ser o campeão maranhense pela terceira vez, já que tem uma pontuação elevada na competição.

Nas quatro etapas já realizadas eu fui campeão. E, nos dias 3 e 4 dezembro têm as finais e eu, infelizmente, não vou participar, pois estarei competindo no Brasileiro em Porto de Galinhas (Recife). A meta agora é fazer um treinamento intensivo e diário para tentar trazer esse título para São Luís. E o Campeonato Maranhense foi muito bom, pois, tivemos cerca de 100 participantes em cada etapa, entre novatos e pessoas com mais experiência, e foi uma grande confraternização. Foi um momento de celebrar esse esporte maravilhoso, que a gente acredita que será inserido na próxima Olimpíada de 2020, estamos só aguardando a confirmação, em fevereiro, após reunião do Comitê Olímpico
Bruno Lobo, bicampeão maranhense de kitesurf

Bruninho, de 16 anos, disputa o campeonato estadual
Bruninho, de 16 anos, disputa o campeonato estadual

Outro forte candidato a vencer na categoria até 24 é o Bruninho, que só tem 16 anos, mas é um gigante no mar e está fazendo um belo espetáculo na orla de São Luís.

O kitesurf é tudo pra mim e eu levo muito a sério esse esporte. Fico feliz de poder participar das finais e estou treinando bastante para ter um bom desempenho
Bruninho, atleta

Finais do Campeonato Maranhense de Kitesurf

As etapas finais ocorrem nos dias 3 e 4 de dezembro, e na programação está um congresso técnico no dia 3, às 9h, no Shopping da Ilha. Às 13h do mesmo dia, terá início a competição de endurance (mistura de kitesurf com corrida). Os atletas de todas as categorias farão um Downwind com largada na Praia do Meio. Chegando à Litorânea, os competidores farão uma corrida de 5 km. Essa prova pode ser feita de forma individual ou em dupla mista ou do mesmo sexo.

Já no dia 4 de dezembro, a organização do evento está elaborando uma emocionante maratona aquática, com um percurso longo, contra e a favor do vento, partindo da Litorânea até a praia do Olho-d’Água. A maratona definirá o rei e a rainha da praia, sendo uma premiação à parte. Por tanto, no final da competição, serão consagrados os campeões do Campeonato Maranhense e o rei e a rainha da praia, tornando o evento ainda mais sensacional.

O Campeonato Maranhense de Kitesurf tem como apoiadores e patrocinadores o Governo do Estado do Maranhão, Ambev, Subway, Uv. Line, Berg, Delman, Telao Mix, Centro Elétrico, Corretora Nicolette, Safecare e Okp, além de todos os atletas e profissionais do kitesurf.

Banner 468x60

Jornalista graduado (DRT-MA nº 1.139), com ênfase em produção de conteúdo para web, edição de fotos e vídeos e desenvolvimento de infográficos; com passagem pelas redações do Imirante.com e G1 Maranhão; e vencedor de duas etapas estaduais do Prêmio Sebrae de Jornalismo, categoria Webjornalismo

Visualizar publicações